Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem tem Zeus não precisa de um Marley

Após nos mudar para Ituiutaba (Minas Gerais) decidimos adorar um cão maior, com força, e que servisse de cão de guarda. Já tínhamos a Lara que fazia alarme com os latidos, mas queríamos um cão que protegesse o lar.
Fomos à um Pet Shop e ficamos sabendo de um "guri" que vendia filhotes de Pit Bull. Compramos um branquinho lindo. Logo meu esposo o batizou de "Zeus". Ele estava cheio de carrapatos e pulgas. Logo, levamos ao Pet e lá fizeram aquela limpeza nele, desverminaram, vacinaram e deram carteirinha e tudo!
A alegria durou poucos dias, pois ele acabou falecendo e choramos muito por sua partida. Para nos consolar compramos outro, mas de outra cor e lindo como o primeiro Zeus, porque o batizamos também com este nome.

Ele era pequeno, com patas enormes, mas era pesadinho e fofo!!
Ele dormia em um quartinho no quintal, mas quando cresceu vinha com suas patas cheias de barro na cama! Era uma correria só para tirá-lo do quarto, pois ele queria dormir com a gente pela manhã.
Cresceu, quase derrubava a porta para entrar em casa, roía tudo: roía a mesa, cadeiras, paredes, brinquedos, chinelos, roupas...
Um dia saímos para tomar sorvete e quando voltamos, a capa nova do sofá estava estilhaçada em pedaços, o fio da televisão estava destroçado e o da Tv a cabo todo mordido e descascado!!

Ele fazia buracos enormes no jardim, se sujava todo de barro preto e vinha correndo em direção ao sofá e a cama! Cheguei a colocar lençóis no lixo, pois não havia o que tirasse as manchas do barro escuro de lá! Sem falar dos furos que ele deixava.

Na rua, ele me levava pra passear, pois eu não tinha força para guiá-lo, pois cresceu e ficou muito forte! Ainda mais na rua, vendo as pombinhas e os pássaros de lá. Ele adorava correr...
Mas éramos muito felizes com ele.
Abríamos a porta do carro e ele entrava sozinho e sentava no banco de trás com a cabeça no ombro da gente e babando...he-he. Todo feliz!
No fim, tivemos que nos mudar, pintar a casa toda e pagar os danos...
O Zeus, infelizmente, tivemos que doar porque estávamos voltando para São paulo, e no apartamento não tinha lugar e também não aceitavam um cão como ele! Mais alguns dias de choro e dor no coração.
Para nossa felicidade e consolo, hoje ele é um guarda treinado por um homem profissional de Ituiutaba-MG. Protege os lares e ainda é recompensado. Com certeza aprendeu boas maneiras..He-he.
Mas nunca esqueceremos do nosso pequeno Zeus!
Há, esqueci de uma coisa: descobrimos que a raça do Zeus não era Pit Bull, era um "American Pit Bull Terrier".




Lindo, né!? Saudades desse garotão...
Abraço a todos..








LEIA OS COMENTÁRIOS